radio zumbi

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Professor de Pilar desenvolve projetos em torno do livro e da leitura nas escolas

Joan Saulo, ao centro, com seus alunos

O poeta e escritor pilarense Joan Saulo do Monte nasceu na cidade do Recife, atualmente reside em Pilar, é graduado em Letras pela UFPB e leciona em escolas do município. No ano de 2015, o poeta lançou seu primeiro livro,  Aracnomomento, pela Editora Multifoco. Para este ano, o escritor está finalizando dois novos livros que deverá lançar até o final de 2017, uma coletânea poética e outro que aborda o escritor Augusto dos Anjos. Além de participar de várias coletâneas poéticas, Joan Saulo recentemente inscreveu a escola Instituto Pequeno Sábio, no qual leciona como professor de literatura e produção textual, no projeto INCIPERE da editora PERSE que tem como objetivo incentivar o alunado a publicar seus poemas e antologias. No referido projeto, duas alunas chegaram a ter seus textos (contos) aprovados no concurso literário da série Glorioso Império Brasil.
Segundo o professor e poeta Joan Saulo, o projeto Incipere, contempla turmas do sexto, oitavo e nono ano e tem como finalidade a produção e publicação de livros para o público infantil. Segundo Joan, cada turma recebeu uma proposta específica para desenvolver o gênero a ser abordado. Ressalta ainda que toda a ilustração dos livros ficará por conta dos autores. Posteriormente, os livros serão publicados, contarão com o apoio da estante mágica do Rio de Janeiro que é uma das maiores plataformas de projetos para escolas, e que atua em todo Brasil. As melhores produções serão enviadas para apreciação da editora Prazer de Ler do Recife.

“Em meio ao processo de aplicação das ações do projeto, bem como das etapas de orientação para a produção dos textos, pude constatar a evolução na escrita dos alunos. Isso me deixa muito feliz”, relata. O professor ainda cita como fruto do projeto o livro de uma aluna do 9° ano, intitulado de A coelhinha Lili que traz uma abordagem sobre a problemática do bullyng, bem como a participação de sua filha de cinco anos que já se encantou com o mundo literário e que já escreve historinhas infantis. “São vários os projetos que estou desenvolvendo. Sinto-me muito satisfeito em poder proporcionar isso aos meus alunos, como amante da literatura e como professor, poder colocar isso em prática e ver o resultado é muito gratificante!”, finaliza.

Diario Pilarense


Nenhum comentário:

Postar um comentário