radio zumbi

domingo, 31 de agosto de 2014

Rádio Comunitária promove oficina de comunicação em área rural da Paraíba

Rosângela Santos é coordenadora geral da Abraço-PB

A Rádio Comunitária Voz Popular, com apoio da Essor Brasil e Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária no Estado da Paraíba, promoveu oficina de comunicação comunitária no Sítio Mocambo, município de Patos, sertão da Paraíba.

A oficina teve como objetivo despertar o interesse pelo tema no Sítio Mocambo que já tem equipamentos de FM Comunitária e espera a concessão do Ministério das Comunicações para começar a funcionar, e ajudar no desenvolvimento da comunidade e, consequentemente, da cidade de Patos, onde fica a sede da rádio.

O momento da oficina foi facilitado por Rosangela Santos, Coordenadora Geral da ABRAÇO-PB, que também faz parte da equipe da ESSOR BRASIL, e Daniel Pereira Diretor de Operações da Rádio Comunitária Voz Popular, da comunidade São Rafael, em João Pessoa, também e diretor de Comunicação Institucional da ABRAÇO-PB.

A oficina contou com um público de aproximadamente 50 pessoas entre crianças, adolescentes, jovens e adultos do Sítio Mocambo que participam da Rádio Comunitária, Associação do Sítio e do Projeto Movendo Cidadania,desenvolvido pela ESSOR BRASIL em vários estados do Brasil.

Após a oficina, os membros da rádio comunitária afirmaram ânimo maior para ingressar no movimento de RADCOM no Estado, através da ABRAÇO-PB. "Agora queremos nos filiar a ABRAÇO para poder ter mais conhecimento sobre o que estamos fazendo e ter tanto suporte técnico quanto jurídico, para não cometermos erros”, disse Francisco, um dos fundadores da radcom.

Os membros da rádio também receberam um presente dos facilitadores. Trata-se do livro O RÁDIO E A MUDANÇA COMUNITÁRIA, que conta a história das rádios comunitárias através da Rádio Comunitária Voz Popular da Comunidade São Rafael.

sábado, 30 de agosto de 2014

Plebiscito popular terá urnas em assentamentos de Itabaiana, Mogeiro e São Miguel de Taipu




O plebiscito popular sobre a realização da Constituinte Exclusiva e Soberana bda Reforma Política acontecerá de segunda-feira (01) até domingo (7 de setembro) em 32 municípios paraibanos. A meta é reunir 300 mil assinaturas a favor da proposta de mudança da lei eleitoral.

No vale do Paraíba, estarão disponíveis urnas em Juripiranga, na Paróquia Nossa Senhora da Soledade e São Sebastião, na Avenida Brasil; em Itabaiana, no Assentamento Almir Muniz; em Mogeiro, no Acampamento Paraíso e no Assentamento Padre João e em São Miguel de Taipu, no Assentamento Maravalha.

O plebiscito fará uma única pergunta: “Você é a favor de uma constituinte exclusiva e soberana do sistema político?”. São 350 organizações que constroem o Plebiscito Constituinte nacionalmente e já existem mais de 1000 comitês populares espalhados em todo país com a meta de alcançar 10 milhões de votos. O movimento é estratégico para pressionar o Congresso Nacional sobre as mudanças e demandas necessárias para a construção de um país com mais democracia participativa e representativa.

O que é um Plebiscito Popular?
Um Plebiscito é uma consulta na qual o povo brasileiro vota para aprovar ou não uma questão. De acordo com as leis brasileiras, somente o Congresso Nacional pode convocar um Plebiscito. Apesar disso, desde o ano 2000, os Movimentos Sociais brasileiros começaram a organizar Plebiscitos Populares sobre temas diversos, como, por exemplo, o Plebiscito sobre a ALCA – Área de Livre Comércio das Américas no Brasil, realizado em 2002 e que obteve mais de R$ 10 milhões de votos.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Projovem Urbano realiza Plano de Ação Comunitária em Mogeiro


A Escola Estadual de Ensino Fundamental Leovigilda Martins, em Mogeiro, realizou nesta quarta-feira, 27, o Plano de Ação Comunitária (PLA). O evento é uma realização do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano), sob a coordenação dos professores Gleydson Luiz, Ana Paula, André Almeida, Edna Louro, Albania Cassimiro, Leonilda Silva e Valmi Camilo.

O PLA compreende a construção de um mapa de desafios da comunidade, que exige o conhecimento da cidade, especialmente da realidade social (ou local) em que os jovens estão inseridos, para desenvolver ações de formação básica, de qualificação profissional e da própria participação cidadã.

 O Projovem Urbano atende jovens de 18 a 29 anos com proposito de oferecer a elevação da escolaridade, uma qualificação profissional inicial e uma ação comunitária de interesse público. O professor Gleydson Luiz ficou impressionado com a participação dos jovens. “Espaço lotado, dinamismo, troca de experiências e apresentações culturais marcaram a realização do evento”, disse ele.


quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Itabaiana tem o melhor índice de desenvolvimento humano do vale do Paraíba


O município de Itabaiana tem o melhor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do vale do Paraíba, conforme dados do "Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil", divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Segundo os números, o município lidera na região com o índice de 0,613, seguido por Ingá Lavras (0,0,592), Pilar (0,579), Mogeiro (0,574), Salgado de São Félix (0,569), Juripiranga (0,548) e São Miguel de Taipu (0,548).

Itabaiana também é a única da região a aparecer entre as 50
 cidades com o melhor índice do Estado, ficando na 45ª posição, considerada como média. Os demais municípios da região ficam na faixa considerada como baixa em relação ao Índice de Desenvolvimento Humano.

IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é um índice que serve de comparação entre os países, com objetivo de medir o grau de desenvolvimento econômico e a qualidade de vida oferecida à população. O relatório anual de IDH é elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), órgão da ONU.

Este índice é calculado com base em dados econômicos e sociais. O IDH vai de 0 (nenhum desenvolvimento humano) a 1 (desenvolvimento humano total). Quanto mais próximo de 1, mais desenvolvido é o país. Este índice também é usado para apurar o desenvolvimento de cidades, estados e regiões.

No cálculo do IDH são computados os seguintes fatores: educação (anos médios de estudos), longevidade (expectativa de vida da população) e Produto Interno Bruto per capita.

 

 

 

 


 

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Instalação de Vara Federal vai beneficiar Itabaiana e mais 35 municípios






Foi instalada em 14 de agosto a 16ª Vara Federal, em João Pessoa, no edifício-sede da Justiça Federal. Com competência privativa criminal (processar e julgar todas as ações e execuções penais, e seus incidentes), a nova vara terá como juiz titular o magistrado Manuel Maia de Vasconcelos Neto, removido da Seção Judiciária do Rio Grande do Norte.

De acordo com a Resolução nº 11/2014, do TRF da 5ª Região, além das novas ações penais, a 16ª Vara Federal receberá os processos em tramitação na 1ª, 2ª e 3ª varas que sejam de sua competência privativa, “inclusive aqueles que se encontram em grau de recurso nas instâncias superiores, quando do seu retorno à primeira instância”.

A nova vara terá competência territorial em 36 municípios, pertencentes à Jurisdição de João Pessoa, que são: Alhandra, Baía da Traição, Bayeux, Caapora, Cabedelo, Caldas Brandão, Capim, Conde, Cruz do Espírito Santo, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Gurinhém, Itabaiana, Itapororoca, Jacaraú, João Pessoa, Juripiranga, Lucena, Mamanguape, Marcação, Mari, Mataraca, Mogeiro, Natuba, Pedras de Fogo, Pedro Régis, Pilar, Pitimbu, Riachão do Poço, Rio Tinto, Salgado de São Félix, Santa Rita, São José dos Ramos, São Miguel de Taipu, Sapé e Sobrado.


terça-feira, 26 de agosto de 2014

Professor defende ensino de Libras no currículo escolar de Itabaiana

Gleydson trabalha com alunos com deficiência auditiva 

O professor Gleydson Luiz, de Itabaiana, quer que seja incluído na grade curricular das escolas públicas do Município o ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Ele vai encaminhar projeto neste sentido para que os vereadores debatam na Câmara local. 
Para o professor, a aprovação da lei vai garantir que, no futuro, as pessoas que não têm deficiência auditiva também possam entender mais sobre o mundo em que vivem aquelas que têm esta limitação, além de facilitar a comunicação entre elas.
Segundo Gleydson, a falta de conhecimento da Língua Brasileira de Sinais prejudica a vida das pessoas com essa deficiência. "A maior parte das pessoas não tem conhecimento de Libras e, com isso, os surdos têm a sua comunicação restringida", justificou.
Gleydson Luiz é formado em Biologia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), especialista em Educação e Gestão Ambiental pela Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e especialista em Língua Brasileira de Sinais (Universidade Cidade de São Paulo - UNICID). Ele ainda estuda no curso de Letras/Libras pela UFPB.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Monitor do Ponto de Cultura desenvolve projeto artístico em escola de Juripiranga

Elenco do Teatro  Infantil Borba: Vitória como Dona Inacinha, Suelen e Heloisa como netas, José Carlos como Lobisomem, Eduardo como Curupira, Clebson como Saci Pererê e Giovana como Iara.

O arte educador Edglês Gonçalves, coordenador do núcleo de teatro do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, está trabalhando como contratado pelo Programa Mais Cultura na Escola Municipal Maria José Borba, em Juripiranga, onde desenvolve trabalho cênico com os alunos. O grupo acaba de montar o espetáculo infabtil “As histórias de dona Inacinha”, texto e direção do próprio Edglês. “Vamos iniciar a segunda etapa, que será desenvolvida tendo em mente a semana da criança, quando teremos um trabalho que agrege mais crianças, mantendo a qualidade do programa”, afirmou.
O trabalho de Edglês tem recebido o apoio da diretora, Maria da Paz, e a vice-diretora, Edna, as quais dispensam atenção às oficinas de artes cênicas, estimulando a participação dos alunos no projeto.
O  programa Mais Cultura representa o reconhecimento da cultura como necessidade básica, direito de todos os brasileiros, tanto quanto a alimentação, a saúde, a moradia, a educação e o voto. Com a criação do Programa, o Governo Federal incorpora a cultura como vetor importante para o desenvolvimento do país, incluindo-a na agenda social – com status de política estratégica de estado para atuar na redução da pobreza e a desigualdade social.



domingo, 24 de agosto de 2014

ITABAIANA

Equipe vencedora de festival de vídeo estudantil realiza viagem cultural e recebe certificados




A equipe da Escola Estadual João Fagundes de Oliveira, de Itabaiana, participou de excursão à capital do Estado neste sábado, 23, como parte da premiação por ter vencido o 1º Festival de Vídeo Estudantil promovido pelo Ponto de Cultura Cantiga de Ninar.  Os alunos, professores e monitores visitaram o Forte de Santa Catarina, em Cabedelo, a Estação Ciência e foram recebidos pela produção do programa “Alô comunidade”, na rádio Tabajara da Paraíba.

Na ocasião, os participantes receberam certificados de participação no Festival, onde foram vencedores com documentário sobre gravidez na adolescência. Os alunos foram acompanhados na excursão pela professora Neide e por Rosival Silva, monitor do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, coordenador do núcleo de audiovisual.

Conforme Rosival Silva, a proposta do Festival de Vídeo Estudantil é revelar a capacidade de alunos da rede básica de ensino de lidar com a linguagem da mídia e exercitar sua autoria utilizando a tecnologia para se expressar e expandir-se como experiência pedagógica, partilhando uma metodologia de formação de consumidores e produtores de audiovisual.

sábado, 23 de agosto de 2014

Padres assumem candidaturas na Paraíba e solidificam politização do clero

Prefeito Antonio Carlos (esq.) com Veneziano e o Padre Dorgival

Os padres estão assumindo posições políticas partidárias abertamente em suas paróquias, apesar da recomendação do Arcebispo D. Aldo Pagotto de que os párocos se mantenham afastados de atividades desse tipo.

Em Itabaiana, o padre Dorgival Vicente aparece em fotos postadas nas redes sociais ao lado do candidato a deputado federal Veneziano Vital do Rego e seu apoiador na cidade, o prefeito Antonio Carlos Melo Jr. “O pároco da minha querida Itabaiana, Cônego Dorgival Vicente, também está conosco. Vamos vencer com amor e fé”, afirma o prefeito.

Outros quatro padres, representando um grupo formado por mais de 30 párocos, anunciaram apoio à reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB).  Os padres Gescione Dias, candidato a deputado estadual pelo PCdoB, Gedeon José, Waldemir Santana e Lucivaldo Eugênio estiveram reunidos com Ricardo Coutinho em João Pessoa, para publicitar o apoio político.
Segundo o historiador Ítalo Domingos, a politização do clero brasileiro, a partir da metade do século XVIII, transformou esta classe em uma potencial ameaça à estabilidade do Estado. A constante participação de clérigos em revoluções e sedições, do final do século XVIII até 1842, levou o governo imperial a implementar uma política de despolitização do clero. A intensificação da participação política da classe clerical também gerava imensos transtornos para a Igreja, pois os seus ministros, ao se envolverem na política partidária, na maioria das vezes se esqueciam de seus compromissos espirituais e eclesiásticos, favorecendo o nascimento de correntes heterodoxas como o liberalismo eclesiástico liderado pelo padre Feijó.


sexta-feira, 22 de agosto de 2014

sexta-feira, 22 de agosto de 2014


Grupo de teatro comemora 38 anos e promove leitura de texto

 
Cena de "Banquete final", do GETI, original de Fábio Mozart
O Grupo Experimental de Teatro de Itabaiana – GETI, completa 38 anos de trajetória neste 22 de agosto de 2014 e promove leitura dramática em sua sede, na rua Coronel Firmino Rodrigues, 107, em Itabaiana, onde funciona o Ponto de Cultura Cantiga de Ninar.
O grupo estreou no palco do Itabaiana Clube em 22 de agosto de 1976, com a peça “A peleja de Lampião com o Capeta”, original de Fábio Mozart, com Beto Palhano, Idalmo da Silva, Ecílio, Tânia e Bete Rodrigues, além de Osório Cândido. O espetáculo foi apresentado para marcar o dia do folclore.
Nestes 38 anos, o grupo luta para ter seu próprio espaço. “As dificuldades são grandes”, admite Edglês Gonçalves, um dos integrantes do elenco atual. “A gente vai ter que sair do atual prédio onde temos nossa sede, o dono pediu o imóvel que é alugado”, lastima. 

JURIPIRANGA

Prefeitura inicia construção de galerias pluviais no centro da cidade

A Prefeitura de Juripiranga realiza a construção de cinquenta metros de galerias pluviais em ruas do centro da cidade. O projeto de esgotamento e calçamento faz parte do plano de investimentos previsto pela atual gestão, através das Secretarias de Planejamento e Infraestrutura, que beneficiará com os resultados todas as famílias que residem nas localidades. A obra de saneamento que está sendo realizada beneficia ruas do comércio, inclusive onde funciona a Biblioteca Pública Municipal.

“Juripiranga, como de resto todas as cidades do seu porte, tem muitas demandas e capacidade financeira pequena para atender aos investimentos necessários, mas estamos conseguindo realizar diversos compromissos assumidos junto à população”, disse o Prefeito Paulo Dália. Segundo ele, as ruas estão sendo calçadas e os esgotos, que durante anos encontravam-se a céu aberto, estão sendo construídos em diversos bairros.

IBIRANGA

Na vila de Ibiranga, na parte pernambucana, a estudante Gel Gomes reclama da falta de lâmpadas nos postes.  “Cada dia que se passar fico mais indignada: ao descer do transporte escolar, encontramos ruas com pouca ou nenhuma iluminação. Pedimos aos gestores responsáveis pela vila de Ibiranga que pelo menos cuidem da iluminação. Tenham respeito com o a população e seus estudantes que chegam tarde em casa e ficam sem segurança”, desabafou.


quinta-feira, 21 de agosto de 2014



Candidato é excluído e acusa coligação de racismo

Em comunicado publicado ontem (20), o jornalista Dalmo Oliveira (foto) informou que sua candidatura a deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores foi excluída junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TER), por determinação da coordenação da coligação “A Força do Trabalho”.  Conforme Dalmo, o cancelamento da candidatura se deu, supostamente, por motivos organizacionais e administrativos da referida coligação e do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores em João Pessoa, e não por decisão pessoal.
Na nota, o jornalista acusa a coligação de que faz parte o PT de “racismo institucional”. “O descarte de minha candidatura é a prova inequívoca do preconceito que políticos profissionais nutrem em relação ao ativismo social, com os candidatos representantes das ‘minorias’, enfim, com a população negra paraibana, que nossa candidatura tão bem poderia representar”, afirmou ele. 

O nome do candidato foi descartado devido a um erro de cálculo nas vagas para a disputa do cargo a deputado federal. Foi inscrito um número de candidatos maior do que a coligação teria direito, segundo a legislação eleitoral. Dessa forma a referida coligação descartou alguns concorrentes de cada partido coligado, e, no Partido dos Trabalhadores, a candidatura de Dalmo Oliveira foi a escolhida para sanar o equívoco organizacional e contábil.

Dalmo ainda informa que foi pego de surpresa com a informação de que o partido não o havia registrado como filiado, em tempo hábil, junto à Secretaria Eleitoral do TRE, o que poderia gerar sua automática desclassificação do pleito, mesmo  estando filiado internamente a esta agremiação partidária desde o ano de 2011, inclusive com as contribuições partidárias em dia junto à tesouraria do partido, conforme afirmou na nota.

“Fui submetido a um processo constrangedor pela referida coligação que, antes de qualquer julgamento do Tribunal, retirou uma candidatura legítima, que, iniciada junto ao eleitorado paraibano, se mostrava com boa aceitação e potencial de crescimento”, finalizou Dalmo, declarando-se frustrado diante da retirada da candidatura. “A medida atinge a todas e todos, cidadãs e cidadãos comuns, das classes mais desfavorecidas e dos movimentos sociais, que juntamente comigo acreditam em ideais sociais autênticos, igualitários e democráticos”, finalizou.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Orquestra Sinfônica se apresenta pela primeira vez em Itabaiana


Os cidadãos itabaianenses terão a oportunidade de assistir, pela primeira vez em sua cidade, um concerto da Orquestra Sinfônica da Paraíba. O grupo faz concerto popular em comemoração ao centenário do coreto de Itabaiana, que é patrimônio da cidade. A apresentação será na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, às 19h, com entrada gratuita. O maestro Luiz Carlos Durier preparou um repertório especial para a comemoração, com obras de compositores clássicos, como Tchaikovsky e B. Snetanan, mas o repertório popular também musicará a noite.

No mesmo horário, poetas da cidade farão um recital no coreto, com declamação de poemas de exaltação ao principal monumento histórico de Itabaiana, instalado em 1904, vindo da Inglaterra. O evento está sendo organizado pelo poeta Antonio Costta, que anunciou presenças de Orlando Otávio, Biu Salvino e Agenor Otávio, entre outros vates da terra de Zé da Luz.


terça-feira, 19 de agosto de 2014

Aluna do Ponto de Cultura dá exemplo de superação
        
        
         
            Jacibety Francisca (foto) tem 45 anos, é agricultora e reside na comunidade rural de Pernambuquinho, no município de Itabaiana. Depois de interromper os estudos, vinte e cinco anos depois voltou a estudar aos 39 anos, quando fez o curso supletivo do segundo grau na Escola Odete Mendes no distrito de Campo Grande. Hoje comemora a aprovação no vestibular de Serviço Social. “Sinto orgulho de mim mesma, porque só eu e Deus sabemos das dificuldades que passei para estudar e trabalhar, além de cuidar da família. Quero agora avançar mais, ser eficiente no curso que vou fazer na Faculdade e ser útil para meu semelhante”, afirma ela.

         Jacibety foi aluna do curso de mosaico do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, ministrado pelo oficineiro Joseilton Lira. “Ela foi uma das minhas melhores alunas, criativa e inteligente”, testemunha o professor. Embutindo as pequenas peças de cerâmica, Jacibety trabalha belos quadros decorativos com motivos florais e marinhos. “Fizemos nossa primeira exposição em 8 de março de 2005, no Ponto de Cultura Cantiga de Ninar”, disse ela.

Atualmente, Jacibety assume como voluntária o núcleo de literatura do Ponto, organizando a biblioteca comunitária. “Para mim é uma grande satisfação fazer parte deste projeto cultural e comunitário, onde eu aprendo e ensino. Agora mesmo estou catalogando os livros da biblioteca através de um sistema eletrônico, para que possamos publicar na internet todo nosso acervo e facilitar o trabalho de pesquisa dos futuros leitores”, esclareceu Jacibety.


segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Pilar realiza encontro para discutir questão racial

Pilar realiza encontro para discutir questão racial
Os jornalistas Dalmo Oliveira, Fabiana Veloso e Beto Palhano participaram, na noite desta sexta-feira, 15, do 1º Encontro sobre Saúde, Gêneros e Diversidade Étnico-Racial na cidade de Pilar. O evento ocorreu na Câmara dos Vereadores numa realização da secretaria de Saúde daquele município e teve como motivação o Dia Mundial da Mulher Negra Afrolatina, Americana e Caribenha, comemorado no último dia 25 de julho.
Fabiana representou CEPIR-PB | Foto: Beto Palhano
Fabiana representou CEPIR-PB | Foto: Beto Palhano
Fabiana representou o Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (CEPIR) e destacou a importância de se interiorizar a discussão do combate ao racismo na Paraíba. “É importante atentarmos para a questão da autodeclaração. Lembro que o movimento negro não queria me aceitar porque tenho a pele branca, mas meu avô era negro, e há outras características, como o nariz, os cabelos que revelam nossa afrodescendência”, disse.
Dalmo falou sobre a problemática do racismo institucional na saúde e de doenças que são mais prevalentes na população negra, como anemia falciforme, glaucoma, miomas uterinos, hipertensão e câncer de próstata. “Na Paraíba a população negra é maioria com quase 60%. O desafio aqui em Pilar é a criação de organismos no poder municipal, como um conselho e uma secretaria de políticas para promoção da igualdade racial”, disse.
Dalmo apontou os problemas do racismo institucional na saúde pública | Foto: Fabiana Veloso
Dalmo apontou os problemas do racismo institucional na saúde pública | Foto: Fabiana Veloso
Outro momento importante no encontro foi a fala do vereador Pai Shirley Costa, que é enfermeiro e foi eleito para a Câmara na eleição passada. “Sofri muita discriminação por conta da minha orientação sexual e por ser do candomblé, mas consegui superar isso tudo e hoje estou aqui”, disse.
O evento contou ainda com o depoimento da médica cubana Sonia Espinosa, que atua no município pelo programa federal Mais Médicos. Ela fez uma análise entre a questão racial no Brasil e Cuba. “Temos praticamente a mesma realidade aqui e no meu país”, relatou.
Sonia: Cuba e Brasil têm características semelhantes em relação ao racismo | Foto: Fabiana Veloso
Sonia: Cuba e Brasil têm características semelhantes em relação ao racismo | Foto: Fabiana Veloso
“O evento foi um sucesso e queremos promover outros momentos como esse futuramente”, disse o secretário de Saúde de Pilar, Josemar Ferreira. Para Evânio Teixeira, membro do conselho municipal de agentes de saúde, o encontro significou a responsabilidade da prefeitura municipal em assumir a discussão do combate ao racismo, a partir do serviço público de saúde.
Capoeiristas demonstraram técnicas da luta ancestral | Foto: Fabiana Veloso
Capoeiristas demonstraram técnicas da luta ancestral | Foto: Fabiana Veloso
Depois das palestras, ocorridas no salão da Câmara, aconteceu apresentação de capoeira e um show especial de dona Odete de Pilar e seu grupo musical de ciranda de coco. A sociedade pilarense prestigiou o evento e lotou a rua em frente à Câmara Municipal. “Parece até que está ocorrendo a festa da padroeira da cidade”, observou Beto Palhano, que foi a Pilar para realizar matéria especial para o programa Alô Comunidade, da Rádio Tabajara AM.
Odete de Pilar mostrou riqueza da cultura afro na Paraíba | Foto: Dalmo Oliveira
Odete de Pilar mostrou riqueza da cultura afro na Paraíba | Foto: Dalmo Oliveira
www.diretodosanhaua.com.br