terça-feira, 25 de julho de 2017

Governo Michel Temer cancela Bolsa Família de pessoas carentes em Pilar



Em reunião realizada na última quinta-feira, 20, o Conselho Municipal de Assistência Social de Pilar discutiu, entre outros pontos da pauta, a realização da 5ª edição da Conferência Municipal de Assistência Social do município que deverá ocorrer nesta quarta-feira, 26. Na reunião, o que chamou atenção foi o corte do Governo Federal em novas concessões do Programa Bolsa Família no município. Ocorreu que, na última semana, beneficiários do Bolsa Família foram surpreendidos com um aviso de corte emitido Pela Caixa Econômica através da Gerência Executiva do programa.
Segundo o setor técnico da Secretaria de Ação Social do município, o aviso informa que as famílias que tiveram seus benefícios concedidos no mês de julho do corrente ano, tiveram suas concessões canceladas pelo Governo Federal, tendo como justificativa os limites orçamentários e a falta de recursos para arcar com o aumento de novos beneficiários do programa, e que as novas concessões serão reprogramadas neste segundo semestre de 2017, assim que as contas do Governo consigam atingir o equilíbrio financeiro.

O corte nas novas concessões do programa ocorreu em todo território nacional. Na Paraíba, cerca de dezessete mil novas concessões foram canceladas. Ao todo, o corte chega aos setecentos e cinquenta mil beneficiários em todo Brasil. Só na cidade de Pilar foram cerca de 97 beneficiários atingidos. “Em uma semana, tivermos a grata surpresa em ter 97 novas concessões em nosso município, e na semana seguinte fomos surpreendidos com esse aviso de corte”, comenta Hermano Alcântara Presidente do Conselho Municipal de Assistência Social do município. Ainda ressalta que todos os beneficiários atingidos pelo cancelamento do benefício foram convocados para uma reunião a fim de maiores esclarecimentos sobre o fato.

Segundo o responsável técnico pelo gerenciamento do Bolsa Família no município, Herbert Henrique, esta é a segunda vez que esse tipo de corte feito pelo Governo ocorre durante toda vigência do programa, e que a orientação é que as famílias mantenham seus cadastros atualizados e que esperem a reprogramação da concessão do benefício pelo Ministério do Desenvolvimento Social. 

Evanio Teixeira


segunda-feira, 24 de julho de 2017

Famup faz parceria com o governo e Seplag orienta municípios paraibanos na elaboração dos PPAs

A FAMUP inova mais uma vez e em Parceria com o Governo do Estado, Tribunal de Contas do Estado abriu na terça-feira (11), na sede da Espep, em João Pessoa, o Encontro Estadual de Planejamento e Orientação para Elaboração do PPA Municipal 2018-2021. O evento, que ainda terá mais quatro edições neste mês de julho abrangendo municípios de outras áreas do estado, teve a participação de representantes de 28 municípios.
De acordo com o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Waldson Souza, o encontro tem como objetivo também contribuir com os municípios no alinhamento dos seus PPAs com a Agenda 2030 do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil (Pnud), que foi assinada em 2015 por 193 países, e cujas diretrizes estão sendo seguidas pelo Governo da Paraíba desde 2016.
“Além da parte técnica da elaboração dos PPAs, a gente também está discutindo todo um arcabouço de indicadores que os municípios precisam melhorar e avançar que são observados pela Agenda 2030 das Nações Unidas”, explicou o secretário Waldson Souza. “O Governo tem uma lógica muito forte de olhar para esses números e a gente tem agora a missão de dar uma contribuição aos municípios nesse sentido”, afirma.
O secretário ainda ressaltou que a Paraíba tem alcançado uma grande melhoria de indicadores nas áreas econômica e social, a exemplo do crescimento do PIB, da redução do analfabetismo, da redução da mortalidade infantil, entre outros. “Desde 2011 a gente teve uma melhora real muito forte e, a partir dessa análise, nosso objetivo é de melhorar e ampliar esses números, para que a gente possa não só fazer o cumprimento da agenda 2030, mas também dar tecnicamente aos municípios a condição de manter e de fazer com que a gente tenha o cenário de indicadores sociais bem constituído de forma global”, observou.
De acordo com Inalda Béder, representante do Programa das Nações Unidas (PNUD) na Paraíba, esse é o primeiro passo para que se possa implementar a Agenda 2030 em nível estadual e municipal. A agenda é composta por 17 objetivos e 169 metas que equilibram as três dimensões do desenvolvimento sustentável: a econômica, a social e a ambiental.
“O que nós estamos trabalhando a partir de agora é levando ao conhecimento dos municípios as metas da Agenda 2030 e também os indicadores que se baseiam para que, a partir daí, possa se trabalhar efetivamente na melhoria das condições”, esclarece. “O que nós queremos é orientar os municípios para que definam suas metas prioritárias e quais são os seus indicadores de referência para, a partir daí, trabalhar na melhoria dos indicadores do Estado como um todo”, complementa.
O encontro contou também com uma palestra sobre orientação para elaboração do PPA municipal, realizada pelo diretor executivo do sistema estadual de planejamento, Ricardo Lavor, e com uma apresentação realizada pela chefe do Departamento de Auditoria de Gestão Estadual do TCE, Zaíra Guerra.
O estado foi dividido em cinco áreas, que irão receber o evento ainda neste mês de julho. No próximo dia 13, será a vez de Campina Grande (o evento irá ocorrer no Centro de Formação dos Professores em Campina Grande); já no dia 19, o município de Bananeiras recebe o evento (Espaço Cultural Oscar de Castro); no dia 24, é a vez da região Sertão I, em Cajazeiras (Escola Técnica de Cajazeiras); por último, no dia 25 de julho, o ciclo de orientações é finalizado no Sertão II, na cidade de Patos (Auditório do RodoShopping em Patos



domingo, 23 de julho de 2017

São Miguel de Taipu atinge a meta de 80% em cadastramentos biométricos

O município de São Miguel de Taipu, vinculado a 5ª zona eleitoral de Pilar, atingiu a meta de cadastramentos biométricos. Com 60 dias de atendimento e faltando apenas dois para o encerramento, o município conseguiu atender a 80, 55% dos 5.913 eleitores incluídos no público-alvo.
De acordo com Deoclécio Miranda, supervisor do posto de atendimento de São Miguel do Taipu, a principal estratégia utilizada para fazer com que os eleitores se cadastrassem foi o trabalho em equipe. “Tivemos um conjunto de estratégias através de colaboradores com responsabilidade e vontade”, disse.

A divulgação através de rádios comunitárias, palestras em escolas, carros de som e locução durante as festividades juninas da cidade, foram essenciais para o sucesso no resultado final. “O município tem uma extensão muito grande, com sítios espalhados por todo o interior, então a divulgação massiva foi a melhor forma de fazer com que todos soubessem da importância de se cadastrar”, ressalta o supervisor. Além disso, a equipe ainda contou com o apoio da prefeitura municipal de São Miguel do Taipu.

Os municípios de Baía da Traição (55ª zona) e Santa Helena (37ª zona) também estão na sua reta final do cadastramento biométrico, com data de encerramento para o dia 21 de julho, mas ainda não atingiram a meta de 80% do público-alvo. Os eleitores dessas cidades precisam ficar atentos e comparecer o quanto antes.

A não realização do cadastramento biométrico acarreta em alguns prejuízos para o eleitor, como o cancelamento do título, do CPF, e de benefícios sociais como o bolsa família e a aposentadoria.

sábado, 22 de julho de 2017

Advogado de Antonio Carlos afirma que Ministério Público não diz a verdade sobre pretensas fraudes do ex-prefeito

A defesa do ex-prefeito de Itabaiana, Antônio Carlos (PMDB) contestou, na noite desta quinta-feira (20), a versão dada pelo Ministério Público Estadual sobre os motivos da busca e apreensão feias na casa do ex-prefeito de Itabaiana, Antônio Carlos (PMDB).
Em entrevista ao programa 60 Minutos apresentado pelos jornalistas Heron Cid e Anderson Soares, na Rádio Arapuan FM, o advogado Edísio Souto disse que objetivo era apreender um HD de um computar que teria desaparecido da Secretária de Finanças do município, mas o mesmo não foi encontrado na residência do ex-gestor.
De acordo com Edísio Souto, não existe nada sobre desvios de recursos, fraudes em licitações ou corrupção, como divulgou o Ministério Público da Paraíba. Ele contestou a versão do caso dada pelo MP e rebateu as acusações.
“Tenho em mãos a decisão do juiz que deferiu a medida cautelar e vossa excelência em nenhuma parte da decisão de duas laudas fala em corrupção, e desvios de recursos. Ele apenas diz que se busca um HD que teria desaparecido do computador da Secretaria de Finanças”, afirmou.
Roberto Targino – MaisPB

sexta-feira, 21 de julho de 2017

ITABAIANA

Polícia Civil realiza buscas na casa do ex-prefeito Antonio Carlos Melo Júnior 

A Polícia Civil cumpriu na manhã desta quinta-feira (20) mandados de busca e apreensão nas residências do ex-prefeito de Itabaiana, Antônio Carlos Rodrigues de Melo Júnior (PMDB), e do ex-tesoureiro do município, Luiz Moreira de Barros Filho. Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Itabaiana e João Pessoa, e têm o objetivo de colher elementos de prova necessários para a instrução dos procedimentos investigatórios criminais que tramitam na Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Itabaiana.

Nos últimos meses, foram recorrentes as denúncias apresentadas ao Ministério Público estadual quanto a supostas práticas criminosas deflagradas pela antiga gestão municipal, sobretudo em razão do não pagamento dos salários dos servidores públicos municipais e da realização de inúmeras transações bancárias, nos últimos dias do mandato, partindo-se das contas da prefeitura, as quais se encontravam bloqueadas por determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) e por decisão judicial proferida pela 1ª Vara da Comarca de Itabaiana.

Dentre outras irregularidades, a investigação realizada pelo Ministério Público constatou também que, com a posse do novo prefeito e de sua equipe, foi verificada a ausência de diversos documentos públicos contábeis e registros eletrônicos nas secretarias do município, isto é, os computadores da prefeitura haviam sido violados e tiveram seus HDs retirados.

A promotora Ana Carolina Coutinho Ramalho Cavalcanti ressalta a importância do cumprimento da medida requerida pelo Ministério Público, tendo em vista que o ex-prefeito de Itabaiana, apesar de notif

Os detalhes da operação são mantidos sigilosos em razão da própria natureza da medida cautelar deferida a requerimento do Ministério Público da Paraíba (MPPB). A ação foi requerida ao Poder Judiciário pela promotora de Justiça titular da 2ª Promotoria Cumulativa de Itabaiana, Ana Carolina Coutinho Ramalho Cavalcanti, e embasada por diversos procedimentos investigativos criminais que tramitam na Promotoria do Patrimônio Público, com o objetivo de averiguar a malversação do dinheiro público e desvios de verbas praticados pela antiga gestão da Prefeitura de Itabaiana.

Nosicado por inúmeras vezes para comparecer até a Promotoria de Justiça, “jamais prestou qualquer esclarecimento sobre os fatos investigados, não demonstrando até o presente momento qualquer intenção de colaborar com as investigações”.

PBAgora

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Itabaiana estuda criação do Conselho Municipal de Segurança Pública


O Ministério Público em Itabaiana convocou o prefeito Lúcio Flávio, o vereador Pedro Jose, Presidente da Câmara, lideranças comunitárias e autoridades da área de segurança para debater a respeito da criação do Conselho de Segurança Municipal. O encontro se deu nesta quarta-feira, 19, no Fórum da Comarca.

A instalação do Conselho de Segurança Pública Municipal é estimulada pelo Ministério da justiça e pela SENASP – Secretaria Nacional de Segurança Pública, porém se faz necessária a garantia de participação de todas as entidades envolvidas no processo da segurança pública.

A definição da política de segurança adotada pela cidade é de vital importância para a comunidade, para as autoridades públicas e principalmente para os trabalhadores envolvidos nestas atividades, pois serão eles que irão executar as atividades no dia-a-dia.




quarta-feira, 19 de julho de 2017

SALGADO DE SÃO FÉLIX

Comunidade rural reclama de falta de atendimento médico

Moradores do distrito de Feira Nova denunciam o que consideram o caos na saúde pública da comunidade. A unidade básica de saúde “Naum Barbosa” não oferece médicos e faltam medicamentos essenciais, segundo as denúncias. “Quem vive aqui é quem sabe a situação. Às vezes, temos que levar doentes de noite em Macaparana, porque não tem transporte”, disse o morador Diego Teixeira. Albertina de castro, outra moradora do lugar, revelou que tem um filho que toma remédio controlado, mas não dispõe de médico para providenciar a receita. “Nosso único socorro é em Macaparana, e se tiver dinheiro, compra o remédio, se não tiver, morre à mingua”, lamentou.
Segundo os residentes em Feira Nova, desde janeiro que os médicos não comparecem ao distrito. “Se adoecer, os carros da prefeitura só levam se tiver com a vela na mão”, disse dona Odete, uma idosa moradora na localidade.

A Secretaria de Saúde de Salgado de São Félix informou que tem se preocupado com as informações vinculadas em Rede Social, “tentando confundir a população salgadense”. Segundo a nota oficial, “apesar das dificuldades de profissional médico para Atenção Primária, não faltam médicos nos PSF”.

terça-feira, 18 de julho de 2017

SALGADO DE SÃO FÉLIX

Iphaep inicia processo de tombamento do solar da família Maroja


O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba informou que está em processo de tombamento o solar da família Maroja, em Salgado de São Félix. A informação foi passada por Raul José Bezerra de Lima, estagiário do órgão, o qual busca mais informes sobre aquele edifício que deverá ser inscrito no Livro do Tombo Histórico em razão do seu elevado valor artístico e histórico.
O casarão, hoje em precário estado de conservação, foi um “pomposo palácio” erguido na Fazenda Modelo, que deu origem à cidade, compreendendo as propriedades Alagamar, Campos, Amazonas e São José. Nessas fazendas plantava-se o algodão e se praticava a criação de gado vacum. Na época, Odilon Maroja, o proprietário, fazia melhoramentos genéticos em búfalos e outras raças como a famosa vaca leiteira “Hollandeza”. Na fazenda ainda imperava o “Caracu”, primeiro boi trazido para o Brasil, de origem portuguesa, bom de carne, de trabalho e de leite. Em processo quase irreversível de degradação, o prédio finalmente será tombado pelo poder público.
 

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Juripiranga realiza Conferência Municipal de Assistência Social

Profissionais da Assistência Social de Juripiranga e da região do Vale do Paraíba se reuniram nesta sexta-feira, dia 14 de julho, no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores, durante a realização da 7ª Conferência Municipal de Assistência Social do município.
Com o tema “Garantias de Direitos no Fortalecimento do SUAS”, o evento contou com a participação do prefeito Drº Paulo Dália, o vice-prefeito Drº Marcos Henrique, o presidente da Câmara Municipal de Juripiranga, o vereador Tiago Mariz, a secretária de desenvolvimento social Marta Marinho, a presidente do CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social Priscila Oliveira, representantes do CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social – Unidade de Salgado de São Félix, representantes da sociedade civil organizada como Sindicatos de Trabalhadores do município, além de usuários atendidos pelos serviços de assistência social na cidade.
Quem abriu os trabalhos foi o prefeito Drº Paulo Dália que frisou a importância da realização da conferência para o fortalecimento das políticas públicas de assistência social do município. Lembrou também que Juripiranga tem cumprido o seu papel investindo com importantes ações, destacando por exemplo a realização do Sarau de Música pela secretaria de desenvolvimento social do município que vem fazendo não apenas um grande sucesso como também estimulando crianças e adolescentes de áreas carentes com vulnerabilidade social do município à se dedicarem a iniciação musical, colaborando desta forma com a formação cidadã dos que mais precisam em nossa cidade .
Em seguida, Drº Marcos Henrique falou que a conferência é um espaço que dá visibilidade sobre as políticas sociais, onde se debatem e se definem as diretrizes que nortearão a assistência social. Ressaltou também que a ação social não se resume a apenas fazer doações, como também oferecer cidadania aos que mais precisam.
O presidente da Câmara Municipal de Juripiranga se colocou a disposição assim como a Casa, para usufruto  da gestão e de todas as secretarias municipais, lembrando que a gestão anterior não abria espaço para eventos deste porte, contabilizando um bom número de eventos na Casa na gestão atual, afirmando também que a Câmara é do povo.
Na sequência, secretária de desenvolvimento social Marta Marinho, chamou para ministrar a conferência a especialmente convidada vice-presidente do COEGEMAS –  Colegiado de Gestores Municipais de Assistência Social da Paraíba e secretária de desenvolvimento social da cidade de Bayeux, Ediclê Travassos, que mais uma vez contribuiu com sua vasta experiência nas políticas sociais do estado para conduzir a conferência.
Em sua palestra, Ediclê Travassos destacou a importância da conferência municipal no sentido deliberativo, onde a população, a sociedade civil e os organismos públicos sentam e discutem propostas para as políticas sociais do município, lembrando ser de fundamental importância a participação da população que utiliza os serviços sociais.
Também discorreu acerca do Plano Decenal de Assistência Social (2016/2026) aprovado pelo Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS, através da resolução Nº 07 de 18 de maio de 2016, que norteará as políticas públicas sociais do país nos próximos 10 anos.
Ediclê Travassos apresentou painéis sobre o tema da conferência e orientou os participantes na formação dos grupos de discussão que trabalharam os eixos temáticos, de onde saíram  propostas de deliberação para o município, para o Estado e para a União.
A conferência teve seu desfecho durante a tarde  quando foi realizada a Plenária Final, onde foram elencadas  e votadas as propostas de deliberação e  escolhidos os delegados  que representarão o município na 11ª Conferência Estadual de Assistência Social.

domingo, 16 de julho de 2017

Mogeiro ganhará duas unidades do Programa Água Doce

O prefeito Alberto Ferreira recebeu no dia 11 o Coordenador Estadual do Programa Água Doce, Robi Tabolka, e o arquiteto do programa, Felipe Bezerra. A visita dos gestores do programa foi para fazer a alocação de dois espaços nas comunidades de Chã de Areia e de Cumati e Nogueira, para a instalação de unidades de dessalinização.
Acompanhando do Secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Pesca e Pecuária, Severino Avelino (Bira) os representantes do programa visitaram as comunidades, fazendo a coleta da água para análises.  De acordo com o coordenador do programa se as obras forem iniciadas ainda no mês de agosto, até o inicio de 2018 as comunidades já terão água potável disponível para uso.
“Essa é mais uma ação de nossa gestão para amenizar os efeitos da escassez de água”, falou o prefeito Alberto Ferreira, durante a conversa com a equipe em seu gabinete.
A obra está orçada em torno de R$ 260.000.00 e será financiada com recursos do Governo Federal, em parceria com o Governo Estadual e a Prefeitura Municipal de Mogeiro.

O Programa Água Doce busca estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de boa qualidade para o consumo humano por meio do aproveitamento sustentável de águas subterrâneas, incorporando cuidados ambientais e sociais na gestão de sistemas de dessalinização.

sábado, 15 de julho de 2017

“Alô comunidade” tem entrevista com poetisa Cristine Nobre


A poetisa Cristine Nobre é odontóloga de Pacientes Especiais em Belém desde janeiro de 2006 e na Atenção Básica como dentista da UBS da zona rural do município de Pirpirituba, sendo Conselheira Municipal de saúde deste município desde 2011. A poetisa destaca-se pela sua atuação em comunicação na área de saúde, utilizando o cordel como meio de informação e “garantia de saúde” na área onde atua. 
Ela é a entrevistada deste sábado, 15, no programa “Alô comunidade”, às 14 horas, na Rádio Tabajara da Paraíba AM, 1.110 KHZ, ou pelo portal www.radiotabajara.pb.gov.br
O “Alô Comunidade” é um programa da Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares e transmitido pela Rádio Tabajara (1.110 AM), retransmitido por doze rádios comunitárias e diversos blogs e sites, numa produção da Sociedade Cultural Posse Nova República, Academia de Cordel do Vale do Paraíba e Coletivo de Jornalistas Novos Rumos. Apresentação de Fábio Mozart e produção de Dalmo Oliveira.


sexta-feira, 14 de julho de 2017

Em audiência com Academia de Cordel, prefeito de Itabaiana garante centro cultural no pátio ferroviário


O projeto para tombamento e revitalização do pátio ferroviário do Triângulo está encaminhado e a Prefeitura de Itabaiana deverá iniciar as ações até o final do ano, foi o que garantiu o prefeito Lúcio Flávio, em audiência neste dia 13 de julho com Dalmo Oliveira, Fábio Mozart e Thiago Alves, da Academia de Cordel do Vale do Paraíba. A reunião contou com a presença de Herivelt Félix, Secretário Municipal de Cultura, o qual afirmou que os primeiros passos foram dados para a concessão do conjunto de prédios que pertenciam à Rede Ferroviária Federal, onde deverão ser instalados equipamentos culturais.

O projeto de ocupação do pátio ferroviário vem sendo tocado pela Sociedade Amigos da Rainha do Vale do Paraíba e Academia de Cordel há vários anos, produzindo um projeto técnico de salvaguarda dos bens arquitetônicos e urbanísticos de Itabaiana e delimitando os sítios históricos do Município. O documento, assinado pelo Dr. Hélio Costa Lima, teve também a participação na sua elaboração dos professores e historiadores Flaviano Maximus e Cinthia Lima, da Associação Memória Viva. O Plano de Salvaguarda oferece aos poderes públicos a base técnica necessária para o tombamento de edifícios e áreas urbanas, incluindo o pátio ferroviário e suas edificações.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Professor de Pilar desenvolve projetos em torno do livro e da leitura nas escolas

Joan Saulo, ao centro, com seus alunos

O poeta e escritor pilarense Joan Saulo do Monte nasceu na cidade do Recife, atualmente reside em Pilar, é graduado em Letras pela UFPB e leciona em escolas do município. No ano de 2015, o poeta lançou seu primeiro livro,  Aracnomomento, pela Editora Multifoco. Para este ano, o escritor está finalizando dois novos livros que deverá lançar até o final de 2017, uma coletânea poética e outro que aborda o escritor Augusto dos Anjos. Além de participar de várias coletâneas poéticas, Joan Saulo recentemente inscreveu a escola Instituto Pequeno Sábio, no qual leciona como professor de literatura e produção textual, no projeto INCIPERE da editora PERSE que tem como objetivo incentivar o alunado a publicar seus poemas e antologias. No referido projeto, duas alunas chegaram a ter seus textos (contos) aprovados no concurso literário da série Glorioso Império Brasil.
Segundo o professor e poeta Joan Saulo, o projeto Incipere, contempla turmas do sexto, oitavo e nono ano e tem como finalidade a produção e publicação de livros para o público infantil. Segundo Joan, cada turma recebeu uma proposta específica para desenvolver o gênero a ser abordado. Ressalta ainda que toda a ilustração dos livros ficará por conta dos autores. Posteriormente, os livros serão publicados, contarão com o apoio da estante mágica do Rio de Janeiro que é uma das maiores plataformas de projetos para escolas, e que atua em todo Brasil. As melhores produções serão enviadas para apreciação da editora Prazer de Ler do Recife.

“Em meio ao processo de aplicação das ações do projeto, bem como das etapas de orientação para a produção dos textos, pude constatar a evolução na escrita dos alunos. Isso me deixa muito feliz”, relata. O professor ainda cita como fruto do projeto o livro de uma aluna do 9° ano, intitulado de A coelhinha Lili que traz uma abordagem sobre a problemática do bullyng, bem como a participação de sua filha de cinco anos que já se encantou com o mundo literário e que já escreve historinhas infantis. “São vários os projetos que estou desenvolvendo. Sinto-me muito satisfeito em poder proporcionar isso aos meus alunos, como amante da literatura e como professor, poder colocar isso em prática e ver o resultado é muito gratificante!”, finaliza.

Diario Pilarense


quarta-feira, 12 de julho de 2017

Pilar, Itabaiana, Ingá e Gurinhém articulam criação do “Caminho das letras”

Uma região muitas vezes esquecida pelos próprios paraibanos tem um potencial turístico que poderá ser explorado em breve. Está sendo discuto um projeto no Vale do Paraíba para que novos roteiros sejam formatados. Atrativos como Caminho das Letras, Caminhos de Zé Lins, Caminho das Artes, Caminho das Itacoatiaras e Caminho dos Quilombos, tendo como segmentos principais o turismo cultural e o turismo de aventura, irão integrar o roteiro Caminhos do Vale do Paraíba que será inserido no calendário turístico da Paraíba. Os doze municípios da região já formaram o Fórum de Turismo, que realizou a sua segunda reunião nessa quinta-feira (6), na cidade de Pilar para, junto com a governança local, discutir o desenvolvimento de atividades e ações que atraiam turistas para estas cidades. 
“Muitos municípios dessa região têm um grande potencial turístico que precisa ser reconhecido e trabalhado. Precisamos juntar nossas forças e potencialidades para criarmos destinos criativos e atrativos”, disse o analista técnico do Sebrae Paraíba, Pablo Queiroz. A primeira reunião do Fórum aconteceu na cidade de Ingá, no início de junho, quando foi dado início aos encaminhamentos a partir do diagnóstico turístico realizado pelo Sebrae. 

Pablo acrescentou que quatro municípios já foram reconhecidos como cidades turísticas e farão parte do mapa turístico da Paraíba. Itabaiana, Ingá, Pilar e Gurinhém estão produzindo material de divulgação de suas potencialidades. Já existe, por exemplo, um debate visando criar o Caminho das Letras, que começaria em Ingá, com as primeiras escrituras rupestres das Itacoatiaras, seguiria para Itabaiana na identidade do poeta Zé da Luz, depois iria para Pilar, com o roteiro de José Lins do Rego e finalizaria em Sapé, com a visitação ao memorial Augusto dos Anjos. 

“O Sebrae vem realizando um diagnóstico das potencialidades econômicas da região. Estamos fazendo reuniões de sensibilização em muitos municípios e realizando oficinas para a criação das Associações de Cultura e Turismo de cada cidade”, completou o analista. 

O diagnóstico realizado pelo Sebrae apontou as seguintes potencialidades turísticas dos municípios: 

– Itabaiana – Artesanato (cerâmica, renda, bordado, madeira e couro). Chamada de terra da poesia, tendo inspiração o poeta Zé da luz, além de Jessier Quirino. Arquitetura com casarios dos séculos XVII e XIX e monumentos históricos. Turismo rural e cavalgada ecológica. 
– Ingá – Artesanato (renda, labirinto e bordado). As Pedras Itacoatiaras, as primeiras inscrições rupestres, são o grande potencial turístico do município. O parque arqueológico passou recentemente por uma recuperação, oferecendo uma trilha até as pedras, com guia. Outro atrativo é a visita à comunidade quilombola de Pedra D’água. 
– Pilar – Tombada pelo Iphan por ser o berço do escritor José Lins do Rego, com os atrativos: casarão do escritor (museu atualmente), busto na praça e o Engenho Corredor. Em junho há a Semana José Lins. Potencial para Cavalgada Ecológica, pela beira do rio Paraíba. 
– Gurinhém – Ecoturismo: Caminhada da Natureza – Circuito Uruçu a Serra do Catolé, passando pela caverna onde se escondeu o cangaceiro Antônio Silvino; Pedra da Raposa, com potencial para a prática de esportes radicais, como rapel; Comunidade Quilombola do Matão.

Correio da Paraíba


terça-feira, 11 de julho de 2017

Itabaianenses acusados de cometer crimes na administração pública na PB aparecem em lista do TJ

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) divulgou nesta segunda-feira (10) o resultado de 49 sentenças de julgamentos relativas a processos que envolvem improbidade administrativa no Estado, em cumprimento a Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Entre os sentenciados, constam dois nomes de Itabaiana, conforme lista abaixo.


De acordo com o coordenador da Meta, juiz Antônio Carneiro de Paiva Júnior, foram sentenciados processos oriundos de todas as regiões do estado. Entre as condutas apreciadas pelo grupo de juízes da Meta 4 estão a análise de diversas condutas de improbidade administrativa, como: a violação à Lei das Licitações, contratações ilegais de servidores, pagamentos indevidos de bandas musicais, pagamento indevido de salários sem a comprovação do efetivo serviço e a burla a lei que combate o nepotismo. “Estamos nos esforçando para cumprirmos o objetivo da Meta 4 e, mais que isso, pretendemos demonstrar à sociedade que os processos relacionados à Improbidade Administrativa vêm sendo tratados pelo Sistema de Justiça da Paraíba de forma diferenciada, com agilidade e eficiência”, ressaltou o juiz.


segunda-feira, 10 de julho de 2017

“Está humanamente impossível administrar”, avalia prefeito de Itabaiana


O prefeito de Itabaiana (PB), Lúcio Flávio, falou sobre a dificuldade de administrar em um momento de instabilidade econômica. “Está humanamente impossível”, declarou ele, em entrevista ao jornalista Gutemberg Cardoso, do portal Polêmica Paraíba, durante  Audiência Pública com a Comissão Mista pelo novo Refis. A audiência aconteceu no Auditório do Centro Cultural Ariano Suassuna, no Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB). Para ele, o parcelamento dos débitos dos municípios não é suficiente para debelar a crise. “Queríamos dinheiro novo, porque empurrar a dívida não vai resolver os problemas de caixa dos municípios, e só uma reforma tributária resolveria”, disse ele.
Na mesma entrevista, Lúcio Flávio falou sobre a eleição de 2018, avaliando que seu partido, PSB, será vencedor “por apostar em um projeto sólido e de sucesso. Quem o governador Ricardo Coutinho indicar será bem recebido pela sociedade” O prefeito adiantou que votará em Adriano Galdino para deputado estadual e Damião Feliciano para federal.


domingo, 9 de julho de 2017

Poetisa de Guarabira é eleita para Academia de Cordel do Vale do Paraíba


A poetisa Cristine Nobre Leite, de Guarabira, Paraíba, teve seu nome aclamado como sócia efetiva da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, em assembleia realizada em 8 de julho no Museu de Artes Jurandir Moura, em João Pessoa. Cristine ocupará a Cadeira nº 12, que foi do poeta Bob Motta, falecido em Natal, Rio Grande do Norte.

A assembleia foi marcada por homenagens e orações coletivas dos poetas presentes em intenção de Bob Motta, “um grande artista que nos deu o prazer e a honra de sua convivência nesta Academia, desde sua fundação”, registrou Sander Lee, Presidente da entidade.

Cristine Nobre Leite é odontóloga de Pacientes Especiais em Belém desde janeiro de 2006 e na Atenção Básica como dentista da UBS da zona rural do município de Pirpirituba, sendo Conselheira Municipal de saúde deste município desde 2011. A poetisa destaca-se pela sua atuação em comunicação na área de saúde, utilizando o cordel como meio de informação e “garantia de saúde” na área onde atua.  Seu trabalho foi destaque na I Conferência Nacional Livre de Comunicação e Saúde que aconteceu em Brasília, entre os dia 18 e 20 de abril de 2017, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB) com o slogan : " Direito à informação, garantia de direito à saúde".

A posse de Cristine Nobre Leite foi marcada para o dia 27 de julho no Espaço Cultural Ariano Suassuna, do TCE-PB, em João Pessoa, ocasião em que a Academia de Cordel do Vale do Paraíba fará uma homenagem póstuma ao poeta Bob Motta. 

sábado, 8 de julho de 2017

Risco de chuvas fortes deixa cidades do vale do Paraíba em alerta

 

Ingá, Itabaiana, Juripiranga, Mogeiro, Pilar e Salgado de São Félix estão na lista da Aesa



A previsão de chuvas fortes para este final de semana no litoral paraibano provocou o alerta à população de órgãos e empresas para evitar acidentes e possíveis prejuízos materiais. De acordo com a Agência Executiva de gestão das Águas (Aesa), o tempo permanece instável sobre a faixa leste nordestina, em especial, nas áreas adjacentes à costa paraibana pelo menos até o domingo (9).

“Assim sendo, as atuais condições meteorológicas se mantêm favoráveis à ocorrência de chuvas, principalmente na região compreendida entre o Litoral e o Agreste da Paraíba”, diz o informativo do órgão. Ao todo, 68 cidades paraibanas podem ter ocorrências de acúmulo de água, deslizamentos de encostas e transbordamento de rios, entre elas, a capital João Pessoa, Cabedelo, Baía da Traição, Mamanguape e Bayeux. Na região do agreste, estão na relação as cidades de Ingá, Itabaiana, Juripiranga, Mogeiro, Pilar e Salgado de São Félix.

 A Capitania dos Portos da Paraíba também ampliou o aviso de ressaca do mar no litoral para até domingo (9), às 9h, com ondas de até 2,5 metros de altura. É recomendado evitar o mar para a prática de esportes e embarcações de pequeno e médio porte, além de cuidados com a permanência na faixa de areia. Para as embarcações de grande porte a Capitania orienta atenção redobrada quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores e casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança. Em caso de emergência, deve-se entrar em contato com 0800-281-30-71 (Disque Segurança da Navegação), 185 (Salvamar Nordeste), (83) 3241-2805 (Capitania dos Portos) ou (83) 9 9302-9294 (WhatsApp Denúncia).

A Energisa também emitiu alerta aos consumidores para o uso de equipamentos neste período. Segundo o sistema meteorológico acompanhado pela empresa, fortes chuvas acompanhadas de raios atingirão a Paraíba nos dias 7 e 8 de julho. Entre os cuidados listados para evitar acidentes a Energisa orienta retirar todos os aparelhos eletrônicos das tomadas e evitar contato com objetos de estrutura metálica que estejam ligados à eletricidade, como fogões, geladeiras e torneiras. Em caso de urgência, a empresa disponibilizou o telefone 0800 083 0196 para atendimento em qualquer horário e ainda o contato pelas redes sociais. 



sexta-feira, 7 de julho de 2017

Faltam mais de 40 juízes para cobrir atendimento em cidades paraibanas

Existe um ditado popular bastante conhecido que diz que a Justiça tarda, mas não falha”. Mas quando faltam juízes em varas e juizados de tribunais para exercerem suas funções, a Justiça não só tarda como, inevitavelmente, falha. Na Paraíba, 257 juízes estão a serviço da população e do Tribunal de Justiça. No entanto, a estrutura judiciária local é formada por 299 varas e juizados. Em cada um, deveria haver um juiz titular ou substituto (primeiro cargo da magistratura). Mas não é o que acontece. São 42 varas ou juizados vagos em todo o estado, o que atrasa bastante o andamento dos diversos processos jurídicos.
A fim de atenuar essa realidade que dificulta a celeridade na tramitação de processos abertos em toda Paraíba, o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) nomeou, em setembro do ano passado, 29 juízes que haviam passado no 53º Concurso Público para Juiz Substituto do TJPB. Ao todo, 72 magistrados foram aprovados no certame. “Antes do último concurso, estudos davam conta de que o Poder Judiciário precisava de 60 novos juízes. Foram nomeados 29 do último concurso”, explicou o TJPB, que ainda revelou que não se tem previsão de novas nomeações de candidatos aprovados do último concurso.
Mesmo com a entrada de vários magistrados recentemente, algumas varas e juizados seguem sem juízes titulares e que respondam fixamente por eles. Com isso, muitos magistrados precisam acumular trabalho de varas diferentes e até de comarcas distintas. Desta forma, os juízes acabam tendo em posse mais processos do que o ideal para um exercício eficiente e célere. Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) são 46,5 mil processos paralisados em primeira instância, aguardando movimentação há mais de 100 dias, no estado. De acordo com a presidente da Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), a juíza Maria Aparecida Sarmento Gadelha, esse acúmulo de processos acarreta em prejuízos tanto para a sociedade quanto para os próprios juízes.
“O maior problema é que com a ausência de um juiz titular numa comarca ou vara, essa unidade não terá um magistrado trabalhando diuturnamente. Com isso os processos vão se estender mais. E acontece que outros juízes, de outras comarcas, precisam acumular esses processos. Em alguns casso chegam a dobrar o numero de processos sob sua responsabilidade. Isso gera um prejuízo à prestação jurisdicional. Alguns precisam estar em um dia em uma cidade, outro dia em outra. E, é claro, a falta de celeridade é um elemento que preocupa a magistratura e causa muitas reclamações da população”, analisou a juíza.
O Tribunal não confirmou quais as cidades que enfrentam ausência de magistrados. Mas explicou que alguns remanejamentos estão sendo feitos justamente para tentar diminuir os prejuízos em relação ao andamento dos processos e que está em produção um relatório de identificação das comarcas que mais sofrem com a falta de juízes.
De acordo com o sistema do CNJ, neste ano, 10 municípios que possuem só uma vara e também representam a jurisdição de várias cidades circunvizinhas não tiveram a atuação de nenhum juiz titular ou substituto designado especificamente para esses locais. São os casos de Água Branca, Alagoinha, Soledade, Arara, Cabaceiras, Cacimba de Dentro, Mari, Prata, São Mamede e Serraria. Juízes de outras comarcas acabam viajando para estas cidades para assumirem processos também destas unidades.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Pilar promove encontro de fórum turístico nesta quinta-feira (6)


O evento contará com a presença da interlocutora do Ministério do Turismo na Paraíba, Alessandra Lontra, também de representantes do SEBRAE, da PBTUR, e de prefeitos, secretários e produtores culturais da região do Vale do Paraíba.
O objetivo do Fórum é discutir e elaborar projetos para o desenvolvimento turístico sustentável dos municípios que integram o Vale do Paraíba.
O fórum será realizado no prédio da Fundação Menino de Engenho, a antiga Casa de Câmara e Cadeia, construída durante o Brasil Império. É um dos trinta e oito monumentos únicos desse gênero no Brasil e o único da Paraíba. Este prédio recebeu a visita do Imperador D. Pedro II em l859, dando o beija-mão à sociedade paraibana. A velha Casa de Câmara e Cadeia, como era típico da organização portuguesa de vilas e cidades, exercia jurisdição sobre caminhos, chafarizes, pontes, taxava mercadorias, policiava, punia e legislava. Sua edificação, por mestres em fortalezas, limita uma extremidade da rua principal, ficando a outra extremidade limitada pela igreja, equilibrando-se pesos de ordem plástica e psicológica, segundo características de argumento ainda do sistema colonial. Atualmente, pertence à Fundação Menino de Engenho; funcionando neste monumento histórico, a Biblioteca 03 de Junho, em homenagem ao nascimento do Escritor José Lins do Rego, e uma sala de reunião no primeiro andar.


quarta-feira, 5 de julho de 2017

Prefeitura de Itabaiana nega denúncia de desvio de verbas da saúde

A Prefeitura de Itabaiana, através de nota, disse que são infundadas as denúncias do vereador José Cláudio Chaves Neto (PMDB) de que teria havido desvio de recursos de R$ 271 mil destinados ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, antigo Peti. O serviço estaria paralisado, segundo o vereador.
Na nota, a Prefeitura informa que não se trata de R$ 271 mil, e sim de R$ 76 mil que foram recebidos neste ano e investidos no Centro de Convivência, funcionando no Centro Social Urbano e que estava fechado em dezembro de 2016. Foi reaberto pelo prefeito Lúcio Flávio e, depois de revitalizado e recuperado, está servindo à população, conforme a nota. “No Centro de Convivências, atualmente, tem sido promovidas diversas atividades culturais, lúdicas, de orientação e acompanhamento com adolescentes, mães e idosos, além de celebrações de datas comemorativas, oficinas e outras atividades”, diz o comunicado.

Contatado, o vereador Neto não fez o contraponto à nota oficial.

terça-feira, 4 de julho de 2017


Sociedade Cultural Posse Nova República

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

A Diretoria Executiva da Sociedade Cultural Posse Nova República, usando das atribuições que lhes confere o Estatuto da entidade, convoca os associados para Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 6 de julho de 2017, na sua sede provisória na Rua Adilson Pereira da Silva, 26, Conjunto Ernesto Geisel, João Pessoa, Paraíba, às 14 horas, para deliberar sobre admissão de novos sócios e eleição da diretoria.

João Pessoa, 01 de julho de 2017

Marcos Antonio Veloso do Nascimento

Presidente

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Mogeiro realizará XI Conferência de Assistência Social no dia 5 de Julho


Após a reunião conjunta dos conselhos da Secretaria de Ação Social realizada na tarde da última quarta feira (28), ficou estabelecido o cronograma e planejamento para a realização da XI Conferência de Assistência Social, que acontecerá no próximo dia 5.
A conferência terá como tema central: “A garantia de direitos no fortalecimento do SUAS”, e será realizada no Centro de Eventos das 8h ás 16:00h, com a participação da população e convidados.
Durante a conferência a população poderá participar opinando acerca dos temas abordados nos eixos temáticos. Ficou ainda estabelecido que haverá a participação de uma palestrante externa durante a abertura do evento.
A conferência estará distribuída em quatro eixos conforme o documento de orientação sendo eles: EIXO 1 – A proteção social não-contributiva e o princípio da equidade8 como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais; EIXO 2: Gestão democrática e controle social: o lugar da sociedade civil no SUAS; EIXO 3: Acesso às seguranças socioassistenciais9 e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantias de direitos socioassistenciais; EIXO 4: A legislação como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais.

A realização da conferência é uma exigência nacional convocada através da Portaria Conjunta nº 2, de 12/12/2016. Além dos debates a conferência também deve eleger os delegados para a conferência estadual. Após a realização das conferências municipais e estaduais, será realizada a conferência nacional prevista para acontecer em Brasília entre os dias 5 e 8 de dezembro de 2017.

Ascom 

domingo, 2 de julho de 2017

SESC/SENAC oferece cursos profissionalizantes em Pilar


Chegaram nesta última terça-feira, 27, na cidade de Pilar, representantes do Sistema Fecomércio/ SESC / SENAC Paraíba para realização das assinaturas de convênios na área de educação e saúde por meio das unidades móveis das Carretas Escola de Beleza e Gastronomia do SENAC. Na oportunidade, a população terá acesso a serviços e aprendizagem de qualidade. A parceria acontece entre prefeitura e SENAC através da Secretaria de Ação Social do município.

Por um período de aproximadamente três meses, as unidades permanecerão estacionadas em frente à Fundação Menino de Engenho. Na Carreta Escola de Beleza Gastronomia e Saúde estarão disponíveis formações de Cabeleireiro Assistente, Manicure e Pedicure, Auxiliar de cozinha e Agente de Alimentação Escolar, além de ações educativas na área da saúde. As unidades móveis contam com equipes devidamente capacitadas, equipamentos modernos e alta tecnologia na higiene de cada ambiente.

Segundo a Secretária de Assistência Social de Pilar, Claúdia Araújo, as pré-inscrições estão sendo feitas na Secretaria de Ação Social através da assistente social Rafaela Soares, nos dias quatro e cinco de julho.

Segundo Sandra Lúcia, assistente social do CRAS, os cursos ocorrerão nos horários da manhã, tarde e noite, e só será permitida a inscrição de maiores de 18 anos que tenham, no mínimo, escolaridade fundamental II incompleto. O participante deverá apresentar no ato da inscrição, cópia de RG, CPF, comprovante de escolaridade, comprovante de residência e ter renda de até dois salários mínimos. O número de vagas é limitado.


Diário Pilarense