sexta-feira, 27 de março de 2015

Prefeito de Itabaiana vai a Brasília pedir estrada para Timbaúba

Júnior Pacheco, Marinaldo Rosendo e Antonio Carlos em Brasília

O prefeito de Itabaiana, Antonio Carlos (PMDB), visitou o gabinete do Deputado Federal Marinaldo Rosendo, de Timbaúba, juntamente com o vereador Júnior Pacheco (PSB), nesta última quarta-feira (25), em Brasília, ocasião em que discutiram a pauta que diz respeito a projeto para melhoramento da estrada que liga Timbaúba a Campina Grande, na Paraíba, o que iria beneficiar o acesso a Itabaiana.

Na mesma data, Antonio Carlos e seu acompanhante visitaram o Senador paraibano Raimundo Lira (PMDB). Na ocasião, eles conversaram sobre uma ampla agenda em favor dos dois municípios. Lira se comprometeu em articular, junto ao governo federal, convênios para as cidades paraibanas, incluindo Itabaiana.
Raimundo Lira lembrou que, nas audiências que tem mantido – em Brasília ou na Paraíba – com gestores municipais, tem ouvido a todos e recebido pleitos dos mais diversos, em favor dos paraibanos. Entre os pedidos, os mais unânimes tratam de medidas para sanar a falta de recursos hídricos no estado e a melhoria da malha viária paraibana.



quarta-feira, 25 de março de 2015


TCE multa prefeituras de Juripiranga e São Miguel de Taipu por não publicarem prestação de contas na internet

A falta de cumprimento à Lei de Acesso à Informação levou à 2ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado a decidir pela aplicação de multas a mais 10 prefeitos municipais, que deixaram de publicar, em tempo real, pelo menos uma das exigências de conteúdo mínimo de informações sobre receita e despesa que devem ser divulgadas na internet. O colegiado, reunido em sessão ordinária nesta terça-feira(24), à unanimidade, decidiu ainda conceder prazos de 60 dias para regularização dos sites e pelo encaminhamento de representações às controladorias da União, do Estado e à Procuradoria Geral de Justiça, bem como pela anexação dos autos às respectivas prestações de contas do exercício de 2014.

Entre os prefeitos multados, consta o de Juripiranga, com R$ 933,60 de multa, e São Miguel de Taipu, que deverá pagar R$ 1.436,32. Em todas as decisões cabem recursos.

Conforme determinado pela LC 131, todos os entes deverão divulgar, quanto à despesa, todos os atos praticados pelas unidades gestoras no decorrer da execução da despesa, no momento de sua realização, com a disponibilização mínima dos dados referentes ao número do correspondente processo, ao bem fornecido ou ao serviço prestado, à pessoa física ou jurídica beneficiária do pagamento e, quando for o caso, ao procedimento licitatório realizado. No que diz respeito à receita, o lançamento e o recebimento de toda a receita das unidades gestoras, inclusive referente a recursos extraordinários. 




PILAR

Professora premiada por trabalho educacional recebe demissão pelo WhatsApp

Elena Alexsandra recebeu prêmio da Secretaria de Educação do Estado

Repercute nas redes sociais a demissão da professora Elena Alexsandra, mandada embora dos quadros da Secretaria de Educação do Estado via WhatSapp, conforme a própria informou. Prestadora de serviço na função há 13 anos, licenciada em História, a professora lamentou que seu contrato tenha sido cancelado “por motivos políticos”. Ela lecionava na Escola Estadual Maria Alves de Brito, no povoado de Jacaré, município de Pilar.

A professora demitida teve seu projeto “Mestres da Educação” publicado no livro “Boas ideias transformam a educação”, edição 2012, editado pela Secretaria de Educação do Estado. “Saliente-se que o projeto foi realmente trabalhado em sala de aula com seus alunos, e surgiu da prática e da inteligência dessa professora”, disse Telma Lopes, também professora em Itabaiana.

Luciene de Melo, outra professora demitida, lamentou o episódio da colega de Pilar, externando sua decepção. “Não serão as perseguições que farão com que a gente deixe de lutar por uma sociedade realmente democrática, onde o mérito pessoal seja levado em conta e não os interesses políticos”. Contratada há 12 anos, Luciene é professora de Ciência, graduada em Biologia e especialista em Educação Ambiental. “Fui falar com a Gerente da 12ª Regional de Ensino, ela me aconselhou a procurar os políticos que mandaram me demitir. Como vou fazer isso se não conheço nenhum político? O único conhecimento que tenho são meus estudos”, lamentou ela.



terça-feira, 24 de março de 2015



 Pilar e Itabaiana demitem assessor de gestão cultural

As prefeituras de Pilar e Itabaiana demitiram o poeta Antonio Costta (foto) do setor de literatura de ambas as cidades, comunicou ontem (23) o próprio Costta nas redes sociais. Ele trabalhava na organização de concursos de poesia nos dois municípios. “Comunico aos pilarenses que, infelizmente, não estarei mais na coordenação do 2º Concurso de Poesia Poeta José Augusto de Brito. E aos itabaianenses, quero dizer que acredito na boa intenção do Secretário de Cultura, Luciano Marinho, para abraçar nossa ideia de realizar o 1º Concurso de Poesia Poeta Zé da Luz, em comemoração ao cinquentenário da morte do maior poeta dessa região e um dos maiores da poesia nordestina”, disse ele.
Os prefeitos das cidades alegaram a crise econômica que os municípios estão enfrentando para fazer cortes de pessoal. Em Itabaiana, 623 contratados foram demitidos pelo prefeito Antonio Carlos, atendendo orientação do Tribunal de Contas, segundo esclareceu fonte oficial.
O poeta Costta assessorava os setores de cultura de Pilar e Itabaiana nas diversas etapas de realizações de projetos. “Sem ressentimento, prosseguirei minha jornada literária tentando enaltecer as minhas terras (Pilar e Itabaiana) com minha humilde poesia. E, na medida do possível, incentivando também os novos talentos poéticos da nossa região”, finalizou.



segunda-feira, 23 de março de 2015

Juripiranga é um dos seis municípios paraibanos que não devem precatório


O município de Juripiranga é um dos seis que não possuem pendências com precatórios, segundo levantamento realizado junto ao Tribunal de Justiça, do Trabalho e Justiça Federal. Os demais são Alagoa Nova, Belém do Brejo do Cruz, Damião, Picuí e São Domingos de Pombal. Os demais 217 municípios paraibanos possuem pelo menos uma pendência com pagamento de precatório, com dívida de cerca de 307 milhões de reais.

No vale do Paraíba, as demais cidades devem precatórios, segundo os tribunais. Em Itabaiana, a Prefeitura deve 25 precatórios, sendo superada por Pilar que deve 26. São Miguel de Taipu tem 19 pendências e Salgado de São Félix, por exemplo, deve 12 precatórios.

Precatório é uma espécie de requisição de pagamento de determinada quantia a que a Fazenda Pública foi condenada em processo judicial, para valores totais acima de 60 salários mínimos por beneficiário. 
Após ser julgada definitivamente procedente, não cabendo mais recursos, a ação entra na fase de execução. 


As prefeituras paraibanas que não cumprirem com o que foi acordado para o pagamento de precatórios, podem ter as contas sequestradas pela Justiça. Segundo o Juiz responsável pela Gerência de Precatórios do TJPB, Eduardo José de Carvalho, os municípios devem manter o compromisso no pagamento das dívidas. “Nós entendemos as dificuldades por que passa todo o país, mas os pagamentos já foram acordados em um regime especial de 15 anos”, revelou.

sábado, 21 de março de 2015

Salgado promove palestra sobre criação de tilápia e horta orgânica

A UFPB e Projeto Cooperar realizaram palestra sobre criação de peixes e produção integrada de hortas orgânicas em Salgado de São Félix, na última quarta-feira (18) no Telecentro, com apoio da Prefeitura local.

De acordo com a pesquisadora Mônica Moura, a demanda dos consumidores por peixes criados com critérios de aqüicultura orgânica forçará o setor a produzir para o nicho. Porém, a cadeia enfrenta dificuldades para implementar a produção orgânica e necessita de intervenção do poder público, avalia a pesquisadora. A ideia é desenvolver projetos para criação semi-orgânica de peixes com intuito de chegar a uma produção 100% livre de insumos químicos, fertilizantes e pesticidas por meio de produção de alimentos na mesma área dos tanques.

Os produtos orgânicos alcançam valores até 15% maiores com relação ao produto tradicional e o mercado mundial para o segmento cresce, em média, 20% ao ano.
 
Para que o peixe seja considerado orgânico, precisa ser alimentado por plânctons, organismos que vivem nas águas e outros alimentos produzidos com matéria-prima orgânica – as unidades de produção também não devem impactar o ambiente. “É preciso um incentivo com políticas públicas para que a cadeia se consolide”, disse um dos palestrantes.

Luiz Couto cobra ao MEC liberação de recursos para implantação de campus do IFPB em Itabaiana

O deputado federal Luiz Couto (PT) esteve reunido em audiência no Ministério da Educação (MEC), com o ministro interino, Luiz Cláudio Costa, que assume a pasta após a saída de Cid Gomes. Na pauta, Couto tratou da liberação de recursos para os Campi do IFPB em implantação nos municípios de Catolé do Rocha, Esperança, Itabaiana, Itaporanga e Santa Rita, além dos Campi avançados de Areia, Cabedelo, Mangabeira, Pedras de Fogo, Soledade e o Centro de Referência de Santa Luzia-PB.

Na oportunidade, Luiz Couto agradeceu ao Ministro por ter atendido ao seu pedido e já ter liberado os códigos de vagas para contratação dos professores e técnicos administrativos, aprovados em concurso público, que deverão compor os quadros de pessoal dos Campi acima mencionados. Ainda assim, não deixou de cobrar também a expansão da rede estadual de educação profissional e a liberação de recursos para Aquisição de Ônibus Escolares do programa Caminho da Escola e para Construção de Creches, em diversos municípios, no Estado da Paraíba.
O parlamentar petista cobrou ainda a liberação de emendas individuais de sua autoria à LOA 2014 objetivando a Construção da Nova Sede do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos da UFPB, Implantação do Curso de Engenharia Civil no Campus da UFCG em Pombal e a Construção de uma Quadra Esportiva no Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias (CCHSA) no Campus da Universidade Federal da Paraíba, em Bananeiras-PB.