quarta-feira, 26 de abril de 2017

Câmara aprova comodato de prédio e Itabaiana terá unidade do Corpo de Bombeiros

Foto: Gil Costa

A Câmara Municipal de Itabaiana aprovou ontem (25) projeto de lei que disponibiliza prédio onde funcionará unidade do Corpo de Bombeiros na cidade, a qual está no plano de compatibilização do Governo do Estado para construção de nova unidade para atender à 12ª Região.

A sessão contou com a presença de representantes do Corpo de Bombeiros de Campina Grande e Guarabira, à frente a Tenente Jouseline Sales Tavares, além do prefeito Lúcio Flávio. O prédio terá comodato por quinze anos e fica localizado no bairro Jucuri, onde funcionou o Peti. “Instalar a unidade na nossa região é importante para prevenir incêndios, explosões, atuar no combate ao fogo, salvamento, socorros e eventuais enchentes”, argumentou o prefeito.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Professores de Itabaiana terão reajuste salarial deliberado na sessão da Câmara


Os vereadores de Itabaiana estarão reunidos hoje, terça-feira (25) na Câmara Municipal, para deliberar sobre projeto de lei do Executivo que estabelece o piso salarial dos professores, com reajuste e retroativo. Ainda na pauta, contrato de cessão de imóvel para instalação do Corpo de Bombeiros na cidade. A informação da pauta é do vereador Rodrigo Feição (PSB).

Instituído pela Lei 11.738/2008, o piso salarial profissional nacional dos profissionais do magistério público da educação básica é atualizado anualmente em 1.º de janeiro, de acordo com o mesmo percentual de crescimento do valor aluno/ano nacional do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano, nos dois exercícios anteriores.


segunda-feira, 24 de abril de 2017

Mogeiro assina Termo de Parceria com Instituto Alpargatas nas áreas de esporte e cultura

O prefeito Alberto Ferreira, na companhia da Secretária de Educação, Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Fátima Silveira, assinou na quinta-feira (20), dois termos de parceria com o Instituto Alpargatas. Os termos assinados são nas áreas de esporte e cultura, voltados para as escolas municipais.
            O objetivo das parcerias firmadas é de proporcionar uma vivencia das crianças e adolescentes em atividades esportivas e culturais, através da valorização da realidade local.
            Além dessas ações, a parceria também valoriza e premia docentes e gestores, pelas práticas inovadoras realizadas nas unidades de ensino do município. Esse ano o trabalho será voltado para o desenvolvimento sustentável, provocando assim, uma mudança nos hábitos e ações desenvolvidas dentro do espaço escolar.
            “É um momento de extrema importância para a educação de nossa Mogeiro, pois através dessas parcerias, vamos estimular nossas crianças à prática de esportes, além da ampliação do conhecimento cultural, melhorando assim, a aprendizagem e o desenvolvimento destes no espaço escolar”, falou o prefeito Alberto Ferreira.
            A assinatura do termo aconteceu no Mini Teatro Paulo Pontes em Campina Grande, e contou com a participação de representantes do Instituto Alpargatas e dos prefeitos e secretários de educação dos municípios que fazem parte da rede de atuação do instituto.

Ascom

domingo, 23 de abril de 2017

Poeta Marconi Araújo anuncia projeto em parceria com fotógrafo de Campina Grande

Fábio Mozart entrevista Marconi Araújo na Rádio Tabajara da Paraíba e Rádio Zumbi dos Palmares

Em entrevista ao programa “Alô comunidade”, neste sábado, 22, o poeta cordelista Marconi Araújo anunciou projeto conjunto com o fotógrafo Fernando Tavares, que une fotografia e poesia. A ideia é descrever poeticamente o Estado através das fotografias de Fernando e dos versos do poeta cordelista.
Marconi Araújo é membro da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, sediada em Itabaiana/PB. Produz cordéis diariamente, com ampla divulgação nas redes sociais, gerenciando, inclusive, no Facebook, a comunidade intitulada “Cordel em Rede”, criada com vistas ao incentivo à cultura e, notadamente, à divulgação de seus trabalhos autorais. No aplicativo WhatsApp, criou o grupo “Amantes da Poesia”, que tem como principal objetivo o compartilhamento de poesias entre as pessoas que apreciam esta arte.
Natural de Campina Grande, Fernando Tavares deixou a Paraíba em 1984, aos 24 anos de idade. Morou no Acre, Brasília e Mato Grosso, antes de se lançar no exterior, onde apresentou sua obra em países como Peru, Chile, Argentina, Uruguai, México, França, e ainda diversas localidades dos Estados Unidos, incluindo o Havaí.
Trinta anos depois, Fernando Tavares está de volta à Paraíba, fixando-se em Intermares, Cabedelo, onde fica localizado seu ateliê.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

PILAR

Vice-prefeito é acusado de transformar repartições públicas em feudo familiar

O vice-prefeito de Pilar, Gabriel Alves de Brito, praticamente privatizou os órgãos de saúde e educação no seu reduto eleitoral, sítio Jacaré, zona rural de Pilar, inundando escolas e posto médico com membros de sua família, segundo denúncia de Danielly Gomes, Inspetora Educacional.
Conforme a denúncia, na área educacional foram nomeados Nataly Brito (sobrinha) Marilene de Lourdes (prima), Maria de Fátima Brito (prima), Maria da Conceição Gomes (prima) Maria da Conceição Alves de Brito (irmã), Juliana Alves de Brito (sobrinha), Josefa Eugenia Alves de Brito (irmã), Andreia (sobrinha), Vanusa Vasconcelos (cunhada) e Sérgio Brito (irmão).  Os dois estabelecimentos escolares da comunidade denominam-se Escola Estadual Maria Alves de Brito (mãe do vice-prefeito) e Escola Municipal Cecília Alves da Fonseca, também familiar.
No setor de saúde, trabalham Tâmara de Brito (sobrinha), Adriana Alves (prima), Marília (prima), Marcelo Henrique (primo) Maria José da Silva (prima), todos lotados no PSF local e Programa de Agentes de Saúde.
Segundo fontes da Prefeitura de Pilar, as nomeações obedecem estritamente o estabelecido na legislação. 

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Comunicadora de rádio comunitária nega censura ao prefeito de Itabaiana


A radialista Gil Costa, que transmite programa jornalístico na Rádio Comunitária Rainha de Itabaiana, agreste da Paraíba, esclareceu o episódio do cancelamento da entrevista que seria concedida pelo prefeito de Itabaiana, Lúcio Flávio. “Iria utilizar os estúdios para a entrevista, já que eles retransmitem meu programa, pois apresento do meu estúdio. Porém, fui comunicada pela direção que eu precisava preencher um formulário com 48 horas de antecedência, conforme regras da emissora para as entrevistas jornalísticas. Como fui avisada na noite que antecedia a entrevista, eu mesma comuniquei o fato ao entrevistado”, afirmou Gil Costa. Para ela, trata-se de questões administrativas internas da emissora. “Eles não fazem nenhuma objeção aos assuntos tratados no meu programa”, finalizou.
O vereador Ubiratan Correia, líder do prefeito na Câmara, disse que o diretor da rádio, empresário e policial militar Antonio Andrade, “evocou os tempos de censura da ditadura militar”. O assunto repercutiu na reunião dos vereadores nesta terça-feira, 18.

IBIRANGA

A radialista Gil Costa reconhece que algumas rádios comunitárias da região “desviam-se um pouco do foco desse tipo de emissora”. “Todas as rádios comunitárias da região têm meu reconhecimento, porém fico triste quando vejo algumas delas desencaminhando para eixos que não são próprios da natureza dessas rádios”, esclareceu. Para ela, a Rádio Comunitária RCI, do distrito pernambucano de Ibiranga, vizinho a Juripiranga, é uma rádio que se destaca por ter excelente estrutura e abrir espaço para os diversos setores da comunidade.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

“Herança maldita” atormenta gestores de Pilar e Itabaiana

Concursados protestam em Pilar

Os prefeitos Benício Neto, de Pilar, e Lúcio Flávio, de Itabaiana, são os únicos que sucederam a prefeitos opositores na região e tomaram posse sem ter nenhum dado disponível a respeito da administração pública, porque os prefeitos que deixaram o cargo praticamente não providenciaram a transição. Por conta disso, ao assumirem, os prefeitos dessas cidades ficaram “abismados” com a quantidade de problemas encontrados nas prefeituras. “Temos muitas dívidas a serem sanadas, foi uma irresponsabilidade da gestão anterior que prejudica muito a atual, inclusive não podendo pagar os compromissos em dia”, desabafou Lúcio Flávio.
O município de Itabaiana encontra-se numa crise financeira sem precedentes, com bloqueios sucessivos do FPM (Fundo de Participação do Município), devido ao não pagamento dos encargos sociais, na ordem de onze milhões e cem reais, além das folhas de pagamento de dezembro e décimo terceiro do funcionalismo público, que juntas passam de dois milhões e quinhentos mil reais, bem como os débitos com fornecedores e outros, como Energisa e Cagepa que chegam ao montante de mais oitocentos e cinquenta mil reais, além de débitos com o PASEP. Conforme o prefeito, os débitos contabilizado já passam de 18 milhões de reais.
Em Pilar, os problemas são inúmeros, e um dos mais prementes é a nomeação de 81 concursados, que aguardam os atos. O prefeito Benício Neto disse que o concurso público realizado na gestão da ex-prefeita Virgínia Veloso atenta contra a Lei de Responsabilidade Fiscal. Nesta terça-feira, 18, os concursados promoveram manifestação na cidade, chamando a atenção para o problema. “Não estamos pedindo favor, mas reivindicando um direito nosso conseguido com esforço e dedicação”, desabafou Júlio Araújo, um dos candidatos aprovados no concurso.